Os dois podem ser aplicados, por exemplo, em bancadas ou utilizados como revestimentos. No entanto, muitas pessoas se confundem quanto a essas duas pedras. O uso mais comum de suas aplicações são/; revestimento de pisos e paredes; fachadas de construções; acabamento de móveis, como bancadas e armários.

O mármore é popularmente conhecido por sua beleza e tradicionalidade. Basicamente, ele é uma rocha natural metamórfica e, em sua maioria, composta por minerais de calcita.

A pedra natural mármore conta com uma coloração uniforme e ainda apresenta os chamados veios, que são os seus desenhos muito bem definidos. Essa é uma opção com alta porosidade, o que faz com que também seja menos resistente que o granito.

O mármore é a melhor opção para os espaços mais nobres — banheiros, salas de estar ou jantar. Por outro lado, o granito costuma marcar presença em fachadas, cozinhas e áreas gourmet.

o granito é uma rocha natural ígnea. Isso significa que, em sua composição, é possível encontrar elementos como: quartzo, feldspato e mica. Juntos, esses três componentes fazem com que o granito tenha beleza e muita durabilidade.

Diferente do mármore, o granito não tem alta porosidade. Assim, ele dificilmente absorverá água ou formará manchas, fazendo com que seja uma excelente opção para locais úmidos, como a cozinha.